sexta-feira, 17 de março de 2017

Eleição 2018

Um pais como o Brasil é uma organização complexa, mas nem por isso deixa de ser uma Organização e, como tal, deve seguir os princípios básicos da Administração.

A organização Brasil é constituída de três segmentos: Poder Legislativo, Poder Judiciário e Poder Executivo.

Estes Poderes devem ser autônomos, o que significa dizer que devem ter liberdade para se organizarem e gerenciar os recursos que lhes cabem para exercício das funções atribuídas pela Constituição.

Cabe ao Poder Legislativo a representação da população, organizando os eleitores em Partidos Políticos representativos das ideologias mais significativas, tais como: Partido de Direita, Centro Direita, Centro, Centro Esquerda e Esquerda. Os Partidos devem ter recurso orçamentários proporcionais aos seus eleitores, com ampla liberdade de administração dos mesmos, visando incrementar sua representatividade.

Mesmo o mandato sendo por tempo determinado deve existir a possibilidade de cancelamento por rejeição significativa popular.

O Poder Judiciário para o pleno exercício de sua função deve agir sobre os demais Poderes visando o cumprimento dos dispositivos Constitucionais.

O Presidente da Republica deve ser eleito sem ter vinculação partidária, por ser inaceitável Partido de situação e de oposição. Também é inaceitável que membros do Poder Executivo tenham vinculação Partidária.

O Poder Executivo existe e deve ser dimensionado para executar o que foi definido pelo Poder Legislativo e sob fiscalização do Poder Judiciário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe!