segunda-feira, 1 de maio de 2017

Equilíbrio Fiscal equivocado

É muito louvável que se busque atingir o equilíbrio financeiro da administração pública, mas isso não pode ser alcançado à custa do agravamento do desequilíbrio financeiro dos contribuintes.

Cabe ao Congresso Nacional evitar que isso ocorra, fazendo com que o equilíbrio fiscal seja uma decorrência do desenvolvimento, e não um fator impeditivo deste desenvolvimento.

Alguns aspectos das reformas propostas pelo Poder Executivo são defensáveis, mas inoportunos, pois as verdadeiras Reformas serão aquelas que racionalizem a tributação e aprimorem o sistema eleitoral.